Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Sete dicas para curtir as férias e o verão sem preocupação

Imagem
Dezembro começou e com ele vêm as férias escolares e o verão, uma combinação perfeita para a meninada curtir os meses de folga e o clima quente. Sinônimo de diversão para eles e vigilância para os pais. Nesta época do ano, o calor intenso pode trazer alguns malefícios para o bem-estar das crianças. De acordo com a dra. Sandra Fernandes, Coordenadora da Emergência Pediátrica do Hospital de Clínicas de Padre Miguel, o número de atendimento das emergências aumenta, principalmente por conta dos casos de viroses sazonais, desidratação ou intoxicação alimentar, por causa da ingestão de comidas contaminadas. Para evitar que a brincadeira vire um pesadelo, segue uma lista de alguns cuidados que os pais devem tomar com a saúde dos filhos durante o verão e as férias. 1.Sombra e água fresca
A desidratação é um dos problemas mais comuns no verão entre as crianças. A perda de líquidos e sais minerais do corpo é intensa por meio de suor – principalmente durante a exposição ao sol ou quando os pequenos…

Oito motivos para melhorar a hidratação diária

Alimentos compostos essencialmente de água podem ajudar na hidratação A água é essencial para o bom funcionamento do organismo, a manutenção da temperatura corporal e até para a beleza. Devemos ingerir de 1,5 a 2 litros de líquido por dia, por meio da ingestão de água, água de coco, sucos ou chás. Essa quantidade pode variar de acordo com o metabolismo de cada pessoa, a prática de atividades físicas, a temperatura do ambiente e os tipos de alimento ingeridos. Você acha difícil andar com uma garrafinha por aí? Pois saiba que certos alimentos podem contribuir para a boa hidratação. A seguir, a endocrinologista do Sérgio Franco Medicina Diagnóstica dra. Yolanda Schrank dá oito motivos para você aumentar a hidratação diária. 1.Facilita a digestão Lembre-se de beber água. Muitas pessoas simplesmente passam grandes períodos sem tomar sequer um gole do líquido. Isso deve ser evitado. O ideal é que se tome cerca de um copo de água a cada hora. A água ajuda na formação de enzimas (substâncias que …

Como descartar o diagnóstico de chikungunya?

Infectologista explica as diferenças entre as doenças transmitidas pelo mesmo vetor e com sintomas parecidos Com sintomas semelhantes e o mesmo transmissor que o vírus da dengue, a febre chikungunya já afetou 1.106 brasileiros. Os dados mais recentes do Ministério da Saúde registram 115 casos confirmados por critério laboratorial e 991 por critério clínico-epidemiológico. De acordo com Alberto Chebabo, infectologista do laboratório Sérgio Franco Medicina Diagnóstica, ambas as doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Por isso, é mais importante ainda entender as particularidades dessa doença.
A diferença está no vírus que é transmitido, o que leva a alguns sintomas diferenciados. “O quadro clínico inicial, com febre e dores de cabeça, é idêntico. O que distingue uma da outra é basicamente o tipo de dor no corpo. Na dengue, o paciente tem mais dores musculares e na chikungunya, dores articulares, que, inclusive, podem se prolongar por semanas nos casos mais complicados”, reve…

Cerimônia certifica Salas de Apoio à Amamentação e credencia BLHs do Rio de Janeiro

No próximo dia 9 de dezembro o Ministério da Saúde (MS) realiza a certificação das salas de apoio à mulher trabalhadora que amamenta dos Bancos de Leite Humano (BLH) e postos de coleta.  Com a proposta de contribuir para a continuidade da amamentação, as salas são especialmente preparadas dentro do ambiente empresarial, visando permitir que a mulher-mãe que amamenta possa de forma segura retirar seu leite e levá-lo para seu filho após a jornada de trabalho. Entre as diversas ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno desenvolvidas pelo Ministério da Saúde a ação da Mulher Trabalhadora que Amamenta (MTA) inclui três eixos de atuação: o direito à licença maternidade de cento e oitenta dias, o direito à creche e o direito a frequentar sala de apoio à amamentação no local de trabalho. “Neste contexto há de se destacar que no setor saúde, em particular nos hospitais, temos um grande quantitativo de mulheres em idade fértil. Olhar para este segmento com a perspectiva de cuida…